Contos da Zona Norte: Cabral, Boa Vista e Santa Cândida em imagens

Boa Vista ZN6

Boa Vista, Zona Norte.

Por Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Publicado em 15 de janeiro de 2014

Fui a pé do Juvevê até Santa Cândida, num trajeto de 2 horas, que cortou também os bairros do Ahú, Cabral e Boa Vista.

Pela Avenida Nossa Senhora de Nazaré, ou seja por dentro dos bairros, e logo no começo da tarde.

só pode ser no Cabral ZNSeis meses depois eu fiz um deslocamento que teve os mesmo pontos inicial e final, mas fui pela Avenida Paraná, a canaleta do Expresso. E no crepúsculo.

Então eu registrei o Anoitecer na Zona Norte.

…….

divisa Cabral-Boa Vista ZN

Linha do trem divide Cabral e Boa Vista

Voltemos a falar da vez que fui com o dia claro, pela Av. Nazaré.

Algumas cenas – clique sobre que elas aumentam – que observei pelo caminho (nem sempre as imagens correspondem a descrição logo ao lado. Busque pelas legendas).

Cassiopeia e Abaeté são dois alimentadores do Terminal Boa Vista que servem, além do bairro homônimo, também o vizinho Santa Cândida.

Onde vemos o Abaeté estamos na Boa Vista mesmo, pertinho do terminal, ponto final central da linha. Mas onde está o micro Cassiopeia estamos dentro de Santa Cândida, perto do ponto final periférico dessa outra linha. Digo, o Cassiopeia não tem ponto final periférico, porque é circular.

Seja como for, a esquina que veem abaixo na imagem é ponto mais distante do terminal que ele atinge, ali ele inicia o retorno pro terminal. Quem conhece a Z/N sabe que o Conjunto Cassiopeia fica na Boa Vista.

Santa Cândida ZN2

Antes, o ônibus que ele nomeia tinha o ponto final nele, era uma linha interna desse bairro. A seguir o itinerário foi estendido até a Vila Laranjeiras, dentro de Santa Cândida.

Na tomada a direita estamos justamente perto da divisa, mas já dentro de Sta. Cândida.

O nome se manteve. Agora ele passa pelo Cassiopeia mas vai além, adentrando o bairro que vem a seguir.

Boa Vista - ao fundo Bacacheri ZN

Boa Vista: ao fundo o Bacacheri

Já o Conjunto Abaeté fica na divisa entre Boa Vista e Santa Cândida, ocupando partes de ambos os bairros na verdade.

Entretanto, note que a Vila Abaeté fica bem longe do ponto de onde estamos.

Essas fotos foram tiradas dentro de Boa Vista e Santa Cândida mas sempre próximo da divisa com Bacacheri (que inclusive aparece de relance no fundo de uma delas) e Vila Tingui.

Já o Abaeté é do outro lado, quase na divisa com Barreirinha e Cachoeira.Cabral ZN2

Rua Vitória”? É óbvio que só podemos estar no bairro do Cabral, vista a direita.

Já escrevi em outra mensagem com riqueza enorme de detalhes sobre as “vilas temáticas” de Curitiba.

Ou seja, em que bairro (s) as ruas tem nomes de flores, de planetas, de países, de poetas, de presidentes do Brasil, de estados, etc.

Curitba Antiga Boa Vista ZN

Aqui e a direita – periferia antiga de Curitiba, casas de madeira num quintal enorme, sem muros altos.

No Cabral estão as vias com nomes de algumas capitais brasileiras. A Vitória (ES) é paralela as Ruas Belém (PA), São Luís (MA), e, um pouco mais distante, Recife (PE).

Transversal a elas está a Rua Campinas (SP).

Evidente que a capital paulista é a Cidade de São Paulo, e não Campinas, que é apenas a maior cidade do interior.

A explicação é simples. Na Água Verde e imediações, na Zona Central, estão as ruas com nome de estados brasileiros.

Portanto, quando essas ruas do Cabral foram nomeadas, já havia a Rua São Paulo em outra parte da cidade. Pra não confundir mas também pra não retirar a homenagem ao estado de São Paulo, acharam essa solução.Curitiba Antiga Boa Vista ZN

No Cabral e vizinho Ahú, há também ruas com nomes de santos, como São Pedro e São Sebastião.

Assim a Rua São Luís se encaixa tanto num critério quanto em outro, é paralela a Belém mas transversal a São Pedro.

Abaixo a direita, uma rua tranquila e arborizada do bairro do Ahú.

bosque Boa Vista

Bosque da Boa Vista

Notem duas construções típicas da Curitiba do começo do século 20, uma casa de madeira seguida por outra de alvenaria em que a parede da sala ocupa todo o terreno, vai até a calçada.

O Ahú foi melhor visitado nesse outro dia, aqui é só de relance.

Ainda estamos no Ahú. Mas o prédio azul alto ao fundo está do outro lado da Av. Anita Garibaldi, e portanto já pertence ao Cabral.

Ahú ZN

Bairro do Ahú, com suas muitas flores

Um fato pouco conhecido: há uma ocupação irregular (alguns chamariam de “favela”) em pleno Cabral.

Um dos bairros mais caros de Curitiba, onde um apartamento não precisa ser nenhuma mansão pra ser cotado em 7 dígitos.

A causa é que o terreno onde fica o antigo ‘presídio do Ahú’ fazia parte de uma fazenda, doada ao governo do estado no começo do século 20 exatamente pra construção da cadeia.

Só que sobraram partes sem ser utilizadas, e segundo alguns dizem a escritura dessa área se perdeu.

Ahú-Cabral ZN

Ahú – fundo vemos o vizinho Cabral

Aí está havendo uma grilagem, terrenos estão sendo comercializados por baixo do pano. Assim você vê essas casas no núcleo do Cabral, mas que parecem saídas do subúrbio.

Parece que cliquei no Tatuquara (Zona Sul) ou mesmo diretamente em Cachoeira, Almirante Tamandaré (Zona Norte metropolitana).

De madeira, sem muro, sem reboco, com o mato tomando conta de tudo, sendo ampliadas artesanalmente “na laje”, sem alvará.

Boa Vista ZN4

Boa Vista. O ponto final da linha é em Santa Cândida

Ultimamente a justiça federal está agindo pra reintegrar a posse, mas por hora situação é o que observam.

Clique sobre as imagens que elas se ampliam, o mesmo vale pra todas.

Com vocês,  a ocupação irregular em pleno Cabral. Num matagal há um depósito de lixo clandestino.

……….

s- documento Cabral ZN3s- documento Cabral ZN6s- documento Cabral ZN4s- documento Cabral ZN7s- documento Cabral ZN5s- documento Cabral ZN2Cabral ZN1s- documento Cabral ZN8s- documento Cabral ZN1

……….

Boa Vista ZNA linha de trem divide os bairros do Cabral (no qual ainda estamos) da vizinha Boa Vista (prédios ao fundo).

Logo após a divisa, o cartão de boas-vindas do novo bairro que entramos, uma linda Primavera Violeta.

Isso que é Vista Boa, melhor não poderia ser!!!! A esquerda.

Boa Vista ZN2

Aqui e nas próximas 3 abaixo vemos a Boa Vista, que vem se aburguesando rapidamente, seguindo o vizinho Cabral

Na Rua Estados Unidos, vemos a alguns prédios da Boa Vista, enquanto que os mais ao fundo já estão no vizinho Bacaheri. A foto está mais pra cima na matéria.

Voltando a questão das “vilas temáticas”, no Bacacheri estão as ruas com nomes de alguns países da América.

A E. Unidos lá começa, cruzando com a Canadá, Costa Rica, Venezuela, Uruguai, entre outras similares, e termina na Boa Vista.

Curiosamente, sua paralela é a Rua Holanda. Talvez alguém creia que essa pequena nação europeia esteja desse lado do Atlântico.

Boa Vista ZN5

. . . mas ainda há casas de madeira, periferia do Sul do Brasil

Justamente entre as Ruas EUA e Holanda fica esse bonito bosque.

Agora pegamos a Rua Vicente Ciccarino e vamos avançar muitas quadras nela, até o cruzamento com a Lodovico Geronazzo.

Como já disse e é notório, o vizinho Cabral se tornou um dos bairros de renda mais alta de Curitiba. Assim, nas últimas décadas, essa opulência “transbordou” também pra Boa Vista.

Essa era um bairro periférico, de subúrbio, até os anos 80. transição Boa Vista ZN1

Dos anos 90 pra cá, porém, cada vez mais empreendimentos de padrão alto e médio-alto tem surgido ali, tanto prédios quanto sobrados.

Entretanto, em alguns lugares ainda se vê casas antigas, de madeira, moradia de gente simples, os pioneiros da Boa Vista, polacada, italianada.

As vezes lado a lado com os sobrados de padrão muito mais alto erguidos mais recentemente pros abonados recém-chegados. Como visto a direita, logo acima. casas humildes Boa Vista ZN

É uma transição interessante, captada em várias tomadas

Vemos também ao lado uma parte ainda mais pobre, sem classe alta por perto.

É a Boa Vista de ‘A’ a ‘Z’, meu irmão.

Imponente FNMezão ainda na ativa.

FNM Boa Vista ZNcemitério automobilístico Boa Vista ZNcemitério automobilístico Boa Vista ZN1

Santa Cândida ZN4

Próximas 2: caiu um toró em S. Cândida

O bichão estava carregado, pronto pra zarpar, fazer mais uma viagem, se somando aos dezenas de milhares de ‘pegas’ que ele já deu desbravando esse Brasilzão afora nas muitas décadas que tá na pista. Esse é incansável.

Me fez lembrar os dinossauros que vi na Colômbia, Rep. Dominicana, México e mais recentemente até no Chile.

Ao lado desse monstro de metal, nas duas fotos subsequentes vemos algo curioso:

Um cemitério automobilístico. Diversos carros estavam abandonados no local, lentamente sendo depenados e pichados.

Santa Cândida ZN3………….

Esquina da Rua Lodovico Geronazzo com a Avenida Nazaré, Nossa Senhora de Nazaré no nome completo.

Um riacho que corta essa via, em suas margens mais moradias humildes na Boa Vista (as casas de madeira vistas bem pro alto na matéria).

Cabral ZN

Rua calma e arborizada no Cabral

Ver essa cena foi como entrar na “máquina do tempo”. Explico: até os anos 80, toda periferia de Curitiba era assim.

Pobre, mas com densidade baixa, terrenos gigantescos, e como o índice de violência era irrisório, sem qualquer proteção. E boa parte de madeira.

Curitiba vem mudando, processo exemplificado pelo surgimento do Bairro Novo em 1992.

Agora se parece muito com a periferia de São Paulo, com seu mar de sobrados artesanais.

cactus Santa Cândida ZN

Cactus protege uma casa de Santa Cândida.

E mesmo nos bairros que não fazem parte da ‘Cidade da Lage’ as casas de madeira vem diminuindo.

Ainda há muitas centenas de milhares delas pela Grande Curitiba, mas não são mais maioria no subúrbio, como um dia foram.

Porém nos anos 80 essas duas cidades não eram nada parecidas.

Separadas por apenas 400 km na matéria, as capitais paulista e paranaense pareciam estar situadas em galáxias a parte.

s- documento Cabral ZN

Cabral

A Curitiba de então em espírito estava mais pra uma cidade do interior.

Apesar de já ter mais um milhão no município e mais de dois contando os subúrbios 

O contraste entre a periferia hiper-povoada, hiper-cimentada e hiper-gradeada paulistana com a periferia curitibana era 180º, diferentes como óleo e água.

Santa Cândida ZN5

Santa Cândida

Hoje tudo mudou. Curitiba cresceu e se adensou tanto que seu subúrbio é, no geral, cópia do de SP.

Mas alguns exemplares das casas simples de madeira com quintal enorme, sem muro, com apenas uma cerquinha ou nem isso, ainda se mantém. São verdadeiros heróis da resistência’.

Veja essa matéria em que abordo a questão das casas de madeira com muito mais profundidade.

é a Z-N caramba!!!!

É a Z/N, caramba!!!

De volta a Boa Vista – Seção Nostalgia, galera. “Naquele tempo”. Abrimos o baú: o FNM, as casas de polaco. O que é bom nunca acaba….

Mais cenas dessa Avenida Nazaré e imediações, Boa Vista. Algumas partes da jornada foram feitas sob chuva.

Os prédios e sobrados brotando onde antes eram casas de madeira, cena comum.

Na última tomada o cruzamento da Av. Nazaré com a Rua Lodovico Geronazzo.

final da Av. Nazaré Boa Vista ZNBoa Vista ZN8Boa Vista ZN3Boa Vista ZN1transição Boa Vista ZNBoa Vista ZN7riacho Boa Vista ZNAv. Nazaré Boa Vista ZN

………..

divisa Boa Vista-Santa CândidaEsquerda – ainda na Boa Vista, mas já avistando o vizinho bairro de Santa Cândida (onde estão os pinheiros), após a Rua Fernando de Noronha, que os divide.

Comecinho de Santa Cândida. Nessa Rua João Reboli, atrás do Clube Rio Branco, passam 2 linhas:

280-Nossa Senhora de Nazaré (convencional, vai pro Centro sem integração) e 224-Cassiopéia, como já informado antes um alimentador que sai do Terminal Boa Vista. Repare no tamanho do cactus que alguém cultiva.Santa Cândida ZN

Vila Borsatto, Santa Cândida, onde eu fui criado. Na verdade o termo “Vila Borsatto” não é utilizado, ninguém o conhece.

Dizem que moram simplesmente “em Santa Cândida”, sem a necessidade de desdobrar em vilas. Mas esse é o nome oficial, e consta em alguns mapas.

riacho Santa Cândida ZNUm dia, os manos da vila descobriram essa informação e passaram a grafar essa denominação nos muros, pra marcar território.

O tempo passou, essa galera ficou mais velha e deixou de pichar, e o nome ‘Borsatto’ retornou a insignificância.

Repare em mais um curso d’água. Veem um prédio (foto a direita), lá no alto. De padrão de classe média.Vila Borsatto e Laranjeiras Santa Cândida ZN

Ao lado dele há mais uma favela, tudo nas imediações do ponto final dos ônibus Laranjeiras e Nossa Senhora de Nazaré, e o Cassiopeia também passa por perto.

Mais algumas cenas de Santa Cândida.

V. Borsato Santa Cândida ZNGostei especialmente da cor do céu, um cinza tão carregado que chegou até a ficar belo, pelo contraste.

Notam pelo chão que já havia chovido forte na região, chuva de verão.

E assim chegamos ao fim desse passeio, materializado numa bonita tarde do verão de 14, que teve de tudo, desde forte calor até temporais.Santa Cândida ZN1

Assim é a Vida. É preciso passar por tudo, não é mesmo?

…………

Que Deus Pai-Mãe Ilumine a todos.

“Deus proverá”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s