Portal da Vida

Por Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Re-ordenado em 20 de maio de 2017

Um desenho inédito, e os outros publicados (em emeio) em 2012 e 2013.

(Todas as postagens de ‘Marília’ são dedicadas as Mulheres)

Nas próximas 4, um emeio publicado em 12 de dezembro de 2013: “Dá Trabalho, mas Eu Adoro Ser Mulher”. Marília mais uma vez cumprindo sua ‘via sacra feminina‘: raspando as pernas, penteando os cabelos

…………..

Começamos pelo inédito, feito em maio de 2017.

Marília e seu irmão mais velho indo jogar futebol.

Obviamente quando a partida começar ela vai prender o cabelo, o elástico está no pulso.

Eles moram na Vila Conquista, próximo ao Contorno Sul, na Cidade Industrial, Zona Oeste de Curitiba.

A família é mestiça, ela é um pouco mais escura que o irmão.

São raras as oportunidades de uma partida com os dois times 100% femininos, resultando que geralmente Marília joga junto com os garotos, situação que se repete no basquete.

Como todos são amigos e vizinhos, criados juntos, os meninos a respeitam.

Bem, o fato dela ter sido introduzida no time pelo irmão, que sempre está junto, ajudou no começo.

Mas depois, como ela gosta de futebol, e entende um pouco do riscado, os rapazes aceitaram bem essa exceção, de uma moça participar da brincadeira deles.

no salão se depilando a ‘laser’. Ela pensa: “Dá Trabalho, e até um pouco de dor…”

Assim, quando a bola rola, eles nem lembram que Marília é uma dama delicada.

O que ela é – fora do campo. Dentro, ela joga sério, divide a bola, ajuda a defesa, vai no gol.

Quando o jogo acaba ela chama bastante atenção da turma, recebe cantadas, também não é difícil, uma menina entre 20 meninos, o magnetismo é natural.

Mas enquanto estão no gramado – digo, muitas vezes mesmo na terra batida – ela é quase mais um dos ‘piás’, e assim eles a veem. Não há diferença nenhuma.

“… mas no fim compensa tudo. Eu a-d-o-r-o Ser Mulher”, Marília conclui.

Corrijo, há sim uma única limitação. É evidente que Marília só joga no time dos ‘com camisa’.

Já o irmão está sem, se ele cair no time dela veste, a camiseta está numa das mãos, na outra a água pra eles tomarem.

…………

ENFIM, O “PORTAL DA VIDA”

Por fim vamos ao emeio que nomeou a postagem.

Foi publicado em 4 de junho de 2012

Final dos anos 80: Marília grávida dentro da piscina.final dos anos 80

Agora, no início dos anos 10, eis ela e a filha, que está bem crescida como podem ver.

………..

No corpo, elas são bem diferentes.

A mãe é uma Mulher ruiva de cabelos crespos e olhos castanhos, e de corpo avantajado.

Inicio dos anos 10Inclusive nos seios, a primeira fonte de alimento da menina que emergiu a matéria através de seu ventre.

Já a filha é morena, de cabelo liso e olhos verdes.

Saiu ao pai, que é moreno e um Homem não muito grande, ao menos fisicamente.

Assim é a filha deles também, de corpo diminuto – mesmo de salto ela fica mais baixa que a mãe – e menos curvilíneo:

Seus peitinhos são menores que os maternos, e até o cabelo ela usa mais curto, o suficiente apenas pra cobrir os ombros.

penteando marília mulheres duas mãe filha escovandocabelo morena loira ruiva cabelo castanho vestido preto filha única unhas rosas azul azuis camisa bolinhas verde mestiça parda pinta vestido preto

Amor de Mãe”: Marília penteando os cabelos de sua filha já adulta. Esse desenho tem sua própria postagem, clique pra ver a gravura completa: a filha está de vestido preto e meia-calça da mesma cor e a mãe de calça vermelha como o fogo.

O que saiu igual a mãe, entretanto, é o gosto por exibir sua feminilidade.

Veja que a filha ainda mamava no peito e já tinha as unhas pintadas. E agora que ela se tornou Mulher então muito mais.

Elas estão sempre de vestido ou saia, com esmalte nos dedos e com muitas bijuterias. Adoram flores.

Vinte e poucos anos atrás, nos 9 meses que as duas dividiram o mesmo corpo, as vê dentro de um maiô florido.

E agora a filha é quem está com uma blusa enfeitada com esse motivo. Tal mãe, tal filha.

E assim vão elas, passeando de mãos dadas pela rua, o que ambas fazem desde que a menina aprendeu a andar, mais de duas décadas atrás

Repito a sequência de desenhos da ‘via-sacra’ em outra escala, pra que possamos ver mais detalhes.

Que Deus a Ilumine Infinitamente. Beijos em teu Coração de Mulher.

Deus proverá

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s