o Cisne Negro

Por Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Re-ordenado em 21 de fevereiro de 2017, com alguns desenhos inéditos e outros do arquivo

……….

Começamos com o emeio que intitulou a mensagem. Foi publicado em 14 de agosto de 2013.

Marília bailarina, “Leve como o Ar”. Dessa vez uma uma bailarina clássica.

Já vimos versões dela bailando nas águas e sobre os instrumentos, como esportista olímpica.  Então agora no solo, ela dançando ‘ballet’ mesmo.

a malaia loira: marília e maurílio na tailândia

bancoque-tailandiaVamos pra Ásia, com desenhos inéditos, produzidos em fevereiro de 2017.

Marília e Maurílio embarcando no Jipe-Ney, meio de transporte muito comum lá.

Na verdade cobrem e botam bancos na caçamba de veículos de carga.a-malaia-loira

Assim as pessoas viajam ali, como se fossem gado. Veja que Maurílio tem que se abaixar bastante pra adentrar o salão de passageiros.

“Jipe-Ney” é o nome que esse modal recebe nas Filipinas, porque lá são Jipes mesmo, a maioria da marca Mercedes-Benz.

Já desenhei Maurílio nas Filipinas (ou ‘Pilipinas’ no jargão malaio local) em frente a um Jipe-Ney.

Na Tailândia não sei como esses veículos são chamados. Nesse país são caminhonetes e pequenos caminhões que cumprem esse serviço.

tou-me-rebolando-todaMudado esse detalhe, o resto é igual, subida e descida são por trás, e senta-se em bancos improvisados como dá. Apesar disso há o letreiro de ‘Táxi’ em vários deles, é mole?

Fiz uma radiografia completa do transporte na Ásia (e também na América).

Com dezenas de imagens. Lá eu mostro com detalhes como são os Jipe-Neys das Filipinas, Tailândia, e diversos outros modais dos dois lados do Pacífico.

Falando de outra coisa agora. Como se sabe os malaios, raça que habita a Ásia de Monções, têm um fenótipo uniforme:

São todos morenos, cabelo e pele (parecidos com os índios americanos, e não por acaso, num passado longínquo eles vieram da Ásia).ajeitando-a-meia-calca

Enfatizando, o cabelo é sempre liso e preto. Mas a Marília tailandesa não quer ser morena o tempo todo.

Por isso ela pintou o cabelo num tom bem claro: Marília, a ‘Malaia-Loira’.

Agora um detalhe que as Mulheres vão se identificar: Marília está de meia-calça. Ao lado e acima ela se arrumando, colocando essa peça da vestimenta feminina.

Ela está puxando a meia-calça pra cima, e se rebolando toda pro negócio se assentar certinho no corpo.

“em 10 minutos tou pronto”: a versão masculina da ‘guerra dos sexos’

entrando-no-banhoAgora uma historinha que foi publicada (em emeio) em julho de 2012.

Esses dias levantei pro ar a “Guerra dos Sexos: os Homens não entendem a ‘Via Sacra Feminina’ “.

Lá eu escrevi: ” Maurílio e Marília vão sair juntos. Ele tomou banho, fez a barba e pegou a 1ª camiseta que estava mais por cima do armário.

Tempo que Maurílio levou pra se arrumar, tudo somado: aproximadamente 15 minutos.

Marília leva mais tempo pra se arrumar. Beeeeeem mais tempo “.

E então eu mostrei todo o trabalho que ela tem pra ficar pronta. Só pra cuidar do cabelo (lavar, depois pentear) é 1 hora. Tempo total: quase 2 horas.fazendo-a-barba

Já pra Maurílio se aprumar tudo é bem mais simples.

Passo 1: ele entra no banho. 3 minutos, pois nem cabelo tem.

Passo 2: fazer a barba, ainda enrolado na toalha. Mais 3 minutos.

Passo 3: pegar a 1ª camisa da pilha. A calça vai a mesma que já estava usando. Mais 5 minutos.

Somando menos de 15 minutos, que Maurílio arredondou pra baixo, dizendo que são 10.

o-preco-de-ser-bela-os-homens-nao-entendemAí ele se impacientou, e foi apressar sua Mulher. Marília tinha acabado de sair do banho – hoje foi mais rápido porque era ‘dia de não lavar o cabelo’.

Mesmo pulando essa parte, a ‘via sacra’ dela ainda está somente no começo.

Repetindo, Maurílio foi importunar Marília – e justo quando ela fazia a depilação, a mais chata das ‘tarefas de Mulher’. Erro fatal.

Marília ficou furiosa, e deu uns gritos com seu marido pra ele se acalmar.valeu-a-pena-esperar

Após cutucar a onça com a vara curta, ele levou uma sobrada, e entendeu o recado. Desceu pra sala ouvir música, deixando ela se embelezar em paz.

1 hora e pouco adiante, ela desceu, e perguntou se a espera valeu a pena.

“Com certeza, querida. Você está deslumbrante”, foi o veredito. “E desculpe tê-la apressado”. No fim tudo acabou bem. É o Amor….

“Deus Pai e Mãe proverá”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s