de Caiobá ao Tabuleiro, isso é Matinhos

caioba1

Caiobá

Por Maurílio Mendes, O Mensageiro

Publicado em 20 de setembro de 2015

………….

Fui a praia. Dessa vez a Matinhos-PR.

Estava frio, ainda fim de inverno do Sul do Brasil.

Não deu pra entrar por inteiro no Mar, só molhar os pés.

tabuleiro1-periferia de matinhos

Tabuleiro

Mas valeu a pena. O Mar sempre vale a pena.

…………

Então andei pela cidade, tirando fotos. Já levantei pra rede o anoitecer e também as flores captados naquele dia de 2015. E agora há outra postagem com flores, de 2017.

Agora veremos a urbe, a selva de pedra.

Como todos sabem, em Matinhos está o balneário de Caiobá.

Onde ficam os apartamentos mais caros do litoral do Paraná.

praia mansa

Aqui e a direita: Praia Mansa de Caiobá, vista respectivamente ao nível do solo e do alto do morro que a separa da Praia Brava.

Só que nós estamos no Brasil, país de altíssima concentração de renda.

Assim logo atrás dos edifícios de luxo caiobanos está o Tabuleiro, a ‘zona quente’ da cidade.

…………….

Entenda que eu não falo isso de uma forma pejorativa.

Eu gosto de periferia. Basta você ver a vila que eu vivo:

No subúrbio de Curitiba, entre as Zonas Sul e Leste. morro-praia mansa

De forma que eu moraria no Tabuleiro sem problemas, ao contrário com muito gosto.

Agora, independente de meu gosto peculiar de urbanismo, a coisa é como é.

matinhos - parece a amazonia1………..

E o Tabuleiro é um bairro de subúrbio, com tudo que isso implica.

Alias como ele ele está no limite da cidade vai se espraiando, avançando sobre a mata.

As vezes com algumas vilas já dentro dela.

garotas no mar

Água gelada. As gurias nem ligavam, se deleitavam no Atlântico.

Que por isso parecem estar no interior da Amazônia.

E não no Litoral Sul-Brasileiro.

Como você pode comprovar pela foto logo acima.

………

Mais cenas do Tabuleiro.

Clique sobre as imagens que elas aumentam, o mesmo vale pra todas.

tabuleirotabuleiro-periferia de matinhostabuleiro2matinhos - parece a amazoniatabuleiro1tabuleiro4tabuleiro-periferia de matinhos1tabuleiro3madeira horizontal - tabuleiro

morro-caioba

Do alto do morro, em 1º plano os prédios de Caiobá, ao fundo o Tabuleiro. É Matinhos em Preto-&-Branco.

Reparem num detalhe na última imagem:

Casa de madeira com as toras na posição horizontal.

Quem é do Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste não entende porque eu falo isso.

Afinal nessas 3 regiões quase não há mais casas de madeira, com poucas exceções.

Mas quem é do Sul e do Norte do Brasil já captou. Nessas 2 regiões são abundantes.

morro-tabuleiro

Em escala maior, panorâmica do Tabuleiro.

E em nossa Pátria Amada (e também no Chile) o modelo vertical predomina – com exceção do Amapá.

Já no Caribe, EUA, Canadá e parte da América do Sul (justamente o Amapá e as Guianas) também há muita moradia de matéria prima vegetal.

Mas os sarrafos são dispostos na posição horizontal.

Já publiquei um levantamento completo dessa questão em nível continental.

predio pichado caioba

Caiobá: prédio decorado por pichadores.

………

Então aqui só um resumo. No Brasil predomina a posição vertical.

Mas na Cidade-Gêmea ‘Porto União da Vitória’ (U. da Vitória-PR/P. União/SC) são comuns o outro tipo.

Embora o modal vertical predomine, há uma ainda minoria mas bem representativa quantia na horizontal.

campeonato de surfe

Rolava um campeonato de surfe.

Não fotografei, mas fiz um desenho do que vi lá. De volta a Matinhos, nosso foco de hoje.

Ali também, o vertical é ampla maioria mas vi várias na horizontal. Essa eu fotografei.

……….

Há um paradoxo:  Caiobá pertence a Matinhos.

Ainda assim a cidade se divide em Matinhos e Caiobá.

praca………..

Perto da pedra é ‘Caiobá’, além dela (Praia Mansa) também.

Mas o Centro, os subúrbios (Tabuleiro, Sertãozinho e outros) e os balneários mais distantes, na estrada pra Pontal do Paraná, são ‘Matinhos’.

riacho

Riacho, mais pra baixo outra foto dele.

‘Caiobá’ é a parte mais rica, se quiser definir assim.

O Centro e partes mais afastadas, sejam perto ou longe do mar, são ‘Matinhos’.

Ainda que pela dimensão política tudo seja Matinhos.

……….

Vamos ver agora tomadas feitas no ou ao redor do Mirante, no Centro.

caioba

Caiobá

No coração daquilo é ‘Matinhos’ tanto na divisão política como na boca do povo. A descrição se refere a sequência horizontal abaixo.

1) Os prédios de Caiobá. Aquele morro a esquerda foi onde subi;

2 a 4) As escadarias de madeira do mirante;

5) Uma escultura que há ao pé dele;

E 6) Uma estreita e sinuosa rua de acesso.

praia em dia frio e nubladomirante2mirante1miranteescultura e orlaacesso ao mirante

Mais imagens. paralelepípedo hexagonal

Ao lado: ruas com paralelepípedos, típicas de litoral.

Em Florianópolis-SC é o modal mais comum.

Na capital catarinense, predomina nos bairros da elite, classe média e subúrbios (incluso metropolitanos) beira-marigualmente.

……….

A esquerda a Av. Atlântica, a Beira-Mar.  Matinhos se espreme ‘entre a Serra e o Mar’, como tantas cidades da orla.matinhos

A direita uma avenida já indo pro subúrbio. Não sei o nome.

E na sequência horizontal abaixo:

1) sobrados na Av. Curitiba; 2) Um incansável 11-13 nessa mesma via; 3) Do alto do morro vemos Guaratuba lá no fundo; e por fim de 4 a 6) Prédios próximos ao Centro de Matinhos.

avenida curitibaclassico 11-13morro-guaratubamatinhos1matinhos2centro de matinhos

agora no verão: dessa vez, “vamos a praia” mesmo

do rio da onça a riviera, isso também é matinhos

praiaAtualização de janeiro.17:

Acima vimos, repetindo, uma visita a Matinhos num dia frio de inverno.

Nessa ocasião aquelas duas meninas que estavam felicíssimas dentro do mar eram praticamente as únicas pessoas que entraram nele. alexandra-matinhos

O resto só molhava os pezinhos, porque a água estava gelada, como dito.

Pois bem. Em janeiro de 17, dessa vez no verão, retornei a Matinhos.

Agora sim, acima, a cena clássica:

cidadeCalor infernal com sol a pino, praia lotada, muita gente se banhando.

A direita (tomada de meus familiares): Alexandra-Matinhos,

Um clássico 11-13 Mercedão vindo em sentido contrário.lote

Nós chegávamos ao litoral, ele o deixava. Já mostraremos mais caminhões.

Quando fomos em setembro.15, ficamos na Avenida Curitiba, no populoso bairro do Bom Retiro (xará de bairros que existem em Curitiba, São Paulo, Londrina-PR e Joinville-SC, entre outros).

A tomada cliquei quando chegamos a cidade em janeiro.17, estou quase na esquina da via que leva o nome da capital do estado.

placaDessa vez ficamos também no Bom Retiro, mas um pouco mais pra dentro do bairro, a algumas quadras dessa avenida principal.

Na foto a direita, um lote enorme, dá pra fazer um campo de futebol, na esquina da casa em que nos hospedamos.

Caminhamos algumas quadras pra ir ao mercado, e já adentramos no vizinho bairro do Rio da Onça, como a placa deixa cristalino.

Na sequência abaixo, algumas cenas da periferia de Matinhos, entre os bairros supra-citados, Bom Retiro e Rio da Onça:

casa-3bairros-3bairros-7bairrosbairros-4casa-2

portaCasas de madeira (inteiras ou mistas), ruas ainda de terra, a serra ao fundo, um conjuntinho estilo cohab já asfaltado, sobrados artesanais.

Por falar em sobrado artesanal, segura essa a direita:

Construíram uma porta que só pode ser usada por quem sabe voar.

Creio que o Super-Homem apreciaria entrar por ali.

placa-2Mas e nós, comuns mortais que não viemos de Cripton???

Bem, vendo essa cena levantei uma hipótese:

Quando você recebe uma visita indesejada e não aguenta mais a presença daquela pessoa, você a convida pra sair ao quintal.

“Ir tomar um ar lá fora”, já que no litoral é muito quente.

Aí você a conduz até a porta, abre-a, diz educadamente “as visitas na frente”, e dá um empurrãozinho….rs.

Estou brincando, claro. Mas falando sério: qual a utilidade duma porta no segundo andar sem uma escada por fora?cavalo

E a reforma é recente. A mente do Homem e da Mulher realmente é capaz de bolar qualquer coisa….

……….

Deixando isso pra lá, vamos narrar a ida ao mar, afinal é pra isso que descemos a Serra (“do Mar”).

Da casa que estávamos a orla, fomos pela Avenida Brasil, que é paralela a Avenida Curitiba.

avenida-brasil-de-matinhos-prVimos até um cavalo pastando tranquilamente nos fundos da antiga Associação Banestado.

Mas não se deixe enganar pelo nome, a  Avenida Brasil matinhense é bem menos famosa que suas xarás no Rio de Janeiro, São Paulo ou Cascavel-PR, entre outras.

Na verdade é avenida só no nome. É uma calma rua de bairro, sem comércio, e muitos trechos ainda de terra. sobrado-matinhos

Acima a prova. Eis a “Avenida” Brasil. Lindas flores, não? Mas não parece muito uma avenida…

Seja como for, ela começa no Bom Retiro, mas termina (ou vice-versa, depende do sentido que você vai) no balneário da Riviera, como a placa mostra.rio

No caminho vi esse bonito sobrado com o jardim todo florido (esq.).

E cruzei o mesmo rio que já havia fotografado da paralela Av. Curitiba 1 ano e 4 meses antes.

centro-de-matinhos

Em escala maior, a praia com a areia e o mar lotados, ao fundo o Centro de Matinhos.

…………

O Bom Retiro, embora também tenha orla, é um bairro normal urbano.

Ou seja que tem vida própria independente do mar. E portanto se espalha pra todos os lados.

Já Riviera é o 1° daquilo que se conhece como “Balneários”, no plural e com ‘B’ maior.

São bairros que como o nome indica só existem por causa da orla, e por isso vão somente a poucas quadras da costa.

Nos ‘Balneários’ que ficam entre Matinhos e Pontal do Paraná, a avenida principal é a Rodovia PR-412, que vai de Guaratuba ao embarque pra Ilha do Mel.

A área urbanizada fica exatamente entre a estrada e a praia, além de mais algumas pouquíssimas quadras entre a rodovia e a serra.

beira-marA principal que concentra o comércio é a rodovia – a uma quadra da praia.

Tanto que a Beira-Mar propriamente dita no Balneário Riviera é uma rua calma:

Estreita, totalmente residencial, ainda com pavimentação natural.

Em Caiobá, a Beira-Mar se chama Av. Atlântica, (como no Rio de Janeiro, Baln. Camboriú-SC, Nova Jérsei-EUA, entre outros).

E é uma avenida chiquérrima, que concentra altos prédios, lojas e restaurantes elegantes.

No Centro de Matinhos ainda se chama Av. Atlântica (fotografada mais pro alto na página) mas já uma via bem mais calma, pelo menos ainda pavimentada.

scaniaNos balneários, como vimos, nem isso. De terra, ou melhor dizendo ‘quase-areia’, e se chama, bem, “Avenida Beira-Mar”.

………..

Fechamos com mais uma homenagem aos que curtem o auto-motor. Já vimos os clássico Opalão ‘Vida-Loka’ e um Fuca.

Acima um Scania Cara-Chata, e pra jubilar com chave de ouro mais um redondão 11-13, o segundo clicado por mim na cidade e mais o da estrada.mercedao

Eis as ‘Máquinas de Matinhos’.

Que Deus Ilumine a toda Humanidade.

“Deus proverá”

Anúncios

Um comentário sobre “de Caiobá ao Tabuleiro, isso é Matinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s