Bairro Alto, orgulho da Zona Leste‏

Zona Leste

Uma simples olhada no mapa comprova que o Bairro Alto (amarelo) está a Leste do Centro (em preto), e nunca a Norte.

Por Maurílio Mendes, O Mensageiro

Publicado em 12 de abril de 2012

Imagens puxadas da rede. Os créditos foram mantidos, sempre que estavam impressos nas fotos. Várias das cenas vieram do sítio do Ippuc.

Vamos dizer sem sombra de dúvidas:

O Bairro Alto fica na Zona Leste de Curitiba. E não na Zona Norte, como é erroneamente interpretado por muitos.

Não por outro motivo a Vilinha – onde Curitiba começou, do ponto de vista europeu –, que fica no Bairro Alto, foi a imagem escolhida pra ilustrar o Portal da Zona Leste.

Estabelecido o principal, vamos filosofar um pouco o porque desse erro estar tão cristalizado.

Aproveitando o embalo, mando imagens dos outros bairros e municípios que formam a Zona Leste da Grande Curitiba. Vários já temas de mensagens a parte, ligadas em vermelho.

Vilinha Bairro Alto

Vilinha, 1ª construção europeia de Ctba.

…………….

Vamos lá. Observem o mapa que anexei. A divisão por zonas da cidade tem como base o Centro, óbvio. Tendo isso como princípio, vejam que pintei o Centro de preto.

E a partir de seu meio, tracei uma cruz indicando o que seriam os polos Norte, Leste, Sul e Oeste de Curitiba.

Podem reparar como o bairro do Centro é a nordeste do centro geográfico, fazendo com que a cidade seja incrivelmente maior pra sul que pra norte, e razoavelmente maior pra oeste que pra leste.

Bairro Alto (a direita do rio Pinhais)

O Rio Atuba, pouco a jusante da Vilinha. A esquerda município de Curitiba, direita Pinhais. Pode ver que ambas as margens estão irregularmente ocupadas. Atualmente grande conjunto de prédios foi erguido onde havia esse lote vago gramado.

Por isso a Zona Sul é muito maior em área e população. A Zona Oeste é a segunda maior, mas ela é a mais rica e a menos povoada, ainda tem bastante área rural.

Embora num paradoxo ela abrigue a maior parte da CIC, que é o bairro mais povoado e majoritariamente pela classe trabalhadora.

Mas fora dali o padrão da Z/O é bastante elevado.

………………….

Voltemos ao mapa. O Centro está de preto. Agora o Bairro Alto, pintado de amarelo.

Bairro Tarumã_ Ginásio Almir de Almeida (Ginásio do Tarumã) - Centro de Excelência no Voleibol Ao fundo o centro de Curitiba Foto: Michel Willian/SMCS

Ginásio e bairro Tarumã, ao fundo o Centro.

Uma simples análise visual basta pra comprovar que ele está a leste do Centro, e jamais a norte. Só pode ser Zona Norte na cabeça de quem nunca viu um mapa da cidade.

Podem ver perfeitamente que a ponta austral do Bairro Alto está exatamente no polo Leste do município de Curitiba.

E sua ponta boreal ainda está mais a leste que a norte. Não tem pra onde correr, é Zona leste mesmo.

Então por que é tão arraigada a crença que Bairro Alto é Zona Norte? Há dois motivos.

Cristo Rei Z/l ctba aérea prédios moinho anaconda

O moinho de farinha (prédio branco ao centro) está no Jardim Botânico. Os residenciais atrás no Cristo Rei.

1) As pessoas tendem a pensar mais em ‘Norte e Sul’ que em ‘Leste e Oeste’. Por isso colocam na Zona Norte diversos bairros que são Zona Leste e Oeste.

E 2) Por uma questão do transporte coletivo nos anos 70 e 80.

…………….

Quem mora aqui a mais tempo vai se lembrar que nos anos 70 e 80 vinha escrito na lateral do ônibus expressos a região da cidade a que eles se dirigiam: leste buso lona ctba anos 80 expresso vermelho gabriela padrão flecha porta meio cristo rei

“Sul”, “Oeste”, “Norte” e “Leste”. Os que usavam o eixo da Marechal Floriano vinham com “Boqueirão” escrito na lataria.Veja ao lado.

Embora o eixo Boqueirão seja tão Zona Sul quanto o eixo do Pinheirinho, Jaime Lerner decidiu dessa maneira por não haver como escrever ‘Sul-1’ e ‘Sul-2’.

Então o Eixo Pinheirinho vinha escrito ‘Sul’, o Eixo Boqueirão ‘Boqueirão’.

…….

Enfim, vamos pro Bairro Alto. Nos anos 80, o Terminal Bairro Alto não existia, pois é de 1993.

Pra não deixar o bairro de fora da Rede Integrada, criaram dois alimentadores, o “Bairro Alto A” e o “Bairro Alto B”, que saiam dos terminais Santa Cândida e Boa Vista.

Não me lembro se é respectivamente ou ao contrário. O fato é que saiam desses dois terminais da Zona Norte – e aí está a raiz da confusão.

Jardim Holandes Piraquara

Jd. Holandês, Piraquara

O Bairro Alto fica na Zona Leste, sempre ficou. Mas durante um tempo foi servido por alimentadores cujo ponto inicial era em terminais da Zona Norte.

E aí o pessoal descia do alimentador e via escrito “Norte” no ônibus expresso.

Cristalizou-se um erro que até hoje não se dissolveu, malgrado seja um atentado flagrante a geografia, e uma simples olhada no mapa deixa isso claríssimo.

Aeroporto Sao Jose dos Pinhais

Aeroporto em São José dos Pinhais

Hoje, esses alimentadores se chamam “Bairro Alto-Boa Vista” e “Bairro Alto-Santa Cândida”.

Ou seja, ligam um terminal da Zona Leste a dois da Zona Norte.

Só que agora a confusão já está formada, e o ser humano demora a re-ordenar o que está cristalizado em sua mente.

……….

luz buso lona sem janelinha horizontal sobre ctba anos 80 paraíso tarumã letreiro mudando meio porta amarelo convencional caio gabriela placa alto cima 2 letras

Clique pra ampliar e ler que o letreiro – de lona – oscila entre ‘Paraíso’ e ‘Tarumã’, duas linhas que atualmente saem do Terminal Bairro Alto.

Há outra prova que o Bairro Alto fica na Z/L. Ou pelo menos houve até 2010. Explico.

É que bastava ver – antes dos consórcios, repito – qual viação servia cada bairro.

Que não haveria dúvidas a qual região ele pertence:

A falecida empresa Luz servia a Zona Leste. A Glória operava na Zona Norte.

Ora, as linhas que ligam o Bairro Alto ao Centro todas elas eram operadas pela Luz, enquanto essa existiu.

bairro alto

Fonte dessa imagem: sítio Ônibus Brasil.

Nenhuma linha da Glória ia pra lá, exceto os alimentadores já citados, e que mesmo assim eram operados em conjunto com a Luz.

(Nas laterais um bem antigo – com placa acima do para-choques – e um moderno, ambos Caio, da A.V. N. Sra. da Luz, que descanse em Paz.)

Enfim, é isso aí. O Bairro Alto é o orgulho da Zona Leste, e sempre o será. Não é Zona Norte, que só pega a parte ocidental da BR-116.

Jd. Botanico e Cristo ReiFalemos rapidamente das demais imagens. Começamos pelo Jardim Botânico (esquerda) no bairro que ele renomeou por plebiscito.

Até 1992 o bairro se chamava “Vila Capanema”, nome que depois ficou restrito a vila popular (antiga favela, agora urbanizada) que ali existe a ao estádio de futebol.

Voltando a foto, os prédios ao fundo já estão no bairro Cristo Rei.

Alto da XV

Noturna da Praça das Nações, divisa quádrupla entre Cristo Rei, Alto da XV, Jardim Social e Tarumã.

Onde aparece a fachada de uma igreja após a ponte, é a Vilinha, justamente no Bairro Alto. Aquela é a primeira construção europeia de Curitiba.

Ou seja, se considerarmos que a cidade começou apenas quando a raça branca aqui chegou, Curitiba começou ali.

Depois é que o centro de colonização europeia foi mudado bem pra oeste, na Praça Tiradentes, que não é portanto o marco zero mas o ‘marco um’, digamos assim.

Lembre-se, sempre pela visão europeia de não considerar a cultura e civilização indígena.

Por essa ótica e contagem, Curitiba começou no Bairro Alto. Curitiba começou na Zona Leste, portanto. Onde o Sol nasce, onde os novos ciclos alvorecem.

Uberaba

Cajuru. A cidade tomou uma parte do Parque Nacional do Iguaçu.

…………….

Veem o Aeroporto, que fica em São José dos Pinhais, como é sabido.

Curiosamente, São José é o único município de Grande Curitiba que não entra em nenhuma região da cidade, como se fosse uma região por si mesmo.

Todos sabem que Pinhais é Zona Leste, que Campo Largo é Zona Oeste, que Almirante Tamandaré é Zona Norte, por exemplo.

Mas São José parece estar num limbo, sem ser de ‘zona’ alguma. Bem, de minha parte resolvi isso.

São José dos Pinhais é Zona Leste da Grande Curitiba, por estar a Leste do Centro da metrópole.

Já Campina Grande do Sul e Quatro Barras entram no mesmo caso do Bairro Alto.

São consideradas como parte da Zona Norte, só que como elas estão muito mais a leste que a norte:

Campina Grande do Sul e Quatro Barras, igualmente fazem parte da Z/L.

Piraquara

Piraquara, ao fundo Serra do Mar.

……………….

Nos despedimos com mais fotos da porção oriental da metrópole:

A direita, Hugo Lange, Jd. Social, Alto da XV e Tarumã

Na sequência horizontal abaixo (clique sobre as fotos que elas se ampliam, o mesmo vale pra todas):Jardim Social, Hugo Lange e Alto da XV

1) Quatro Barras; 2) a vizinha Campina Grande do Sul; 3) Rua Augusto Stresser no Hugo Lange; 4) Jardim das Américas; 5) Capão da Imbuia e Tarumã em aérea de 2006;

6) Centro Politécnico da UFPR no Jd. das Américas; 7 e 8) Pinhais; 9) ali pertinho mas já no mun. de Curitiba: Tarumã; 10) Guabirotuba; 11) Capão da Imbuia; 12)São José dos Pinhais.

Quatro BarrasCampina Grande do SulBairro Hugo Lange_ Rua Augusto StresserJardim das AméricasBairro Capão da Imbuia_ Jóquei Club, Pinheirão e Detran - Vista Aérea Curitiba, 23/02/2006 Foto: Ricardo Almeida/SMCSCentro Politecnico Jardim das AmericasPinhaisPinhais1TarumaGuabirotubaCapao da ImbuiaSao Jose dos Pinhais

Que Deus ilumine toda a humanidade.

Deus proverá”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s