Uma Onda no Mar

marilia trepadeiraPor Maurílio Mendes, O Mensageiro

Levantado pra página em 18 de maio de 2016

2 desenhos inéditos e mais alguns publicados (em emeio) no ano de 2012.

Comecemos pelos inéditos: Marília e Maurílio foram pra praia. Em 2ª Lua-de-Mel.

Por isso ele fizeram questão de repetir a mesma posição do momento do ‘sim’:

Com ela entrelaçada ao corpo dele.sou forte e delicada

Marília loira, e ele moreno, um Homem mestiço, tipicamente brasileiro.

Um Maurílio ‘Gladiador‘, braço tatuado e musculoso, quem sabe um lutador de boxe ou jiu-jitsu.

………….

Mais um inédito: Marília com a camisa da Mônica. Com direito a participação do Sansão, claro.

força e delicadeza

marília postagem "onda no mar" morena Vestido Vermelho roupa colorida tomara-que-caia bolinhas pingente corrente letra 'j' cinto rosa

Nas laterais vamos abrindo os arquivos e publicando os desenhos de 2012. “Vestido Vermelho de Bolinhas“, fevereiro de 12.

Maurílio, como vimos, é um Homem forte, em corpo e Espírito. Marília também é uma Mulher forte e poderosa.

Em Espírito. Mas seu corpo é suave e delicado, totalmente feminino. “Sou Forte, mas também Delicada”, ela resume.

Já desenhei Marília com uma blusa da Minnie, outra personagem dos quadrinhos.

Aí eu fiquei refletindo sobre as diferenças entre o Brasil e os EUA. Quero dizer com isso o seguinte:

Mônica é, obviamente, a principal personagem de HQ do Brasil. Uma personagem feminina, criada por um Homem.

Um Homem Iniciado, que sabe Trabalhar a Energia Feminina. Já nos EUA, quanta diferença….

Os principais personagens de HQ de lá, o arquétipo ianque nessa dimensão, certamente são os de Disney e os Super-Heróis.

cabelo preso ruiva roupa verde Marília prendendo fazendo rabo cavalo depilada blusinha blusa regata alcinhas

“Prendendo meus cabelos” – agosto de 2012.

Em ambos as Mulheres são relegadas a papéis periféricos.

Pouco mais que servindo de suporte pros personagens masculinos brilharem.

Minnie e Margarida são apenas as namoradas de Mickey e Donald.

E só na última década de século 20 elas puderam ter revistinhas em seu próprio nome, privilégio que a Mônica desfruta desde que surgiu.

Aliás, a Minnie e Margarida é negado até o direito de serem mães e esposas.

Ficam eternamente ‘namorando’ sem nunca casar, e as crianças são ‘sobrinhos’. Nem mesmo o papel feminino clássico elas podem representar…

Mulher Original

“Eva Negra”: A ‘Mulher Original’, de março de 2012.

Nos Super-Heróis o mesmo se dá. Na Liga da Justiça o cabeça é o Super-Homem, secundado pelo Batman. A Mulher-Maravilha é importante, de fato.

Porém uma única Mulher no meio de um Panteão Masculino. Na turma da Marvel (que alias pertence a Disney) o mesmo desequilíbrio se repete.

A única conclusão possível é: o Brasil sabe lidar melhor com a Energia.

Não tem medo de projetar-se de forma feminina e pôr as Mulheres no centro do palco, pra que elas brilhem por si mesmas e não como meras auxiliares dos Homens.

marilia mulata

Mais uma Marília mulata, feita um pouco depois da outra, em abril de 2012.

Trabalho muito bem feito pelo Mestre Maurício de Souza, e que eu, O Mensageiro, humildemente busco vibrar na mesma pulsação ao dar Vida a ‘Marília’.

Simbolicamente, alinhamos o Super-Homem e a Mulher-Maravilha, com a mesma importância as duas metades da Energia. O Yin-Yan.

Mais um motivo pra elevar o pavilhão da Pátria Amada aos 4 cantos do continente.

Aliás Marília esteve nos EUA. E na mesma cidades ela viu algumas partes lindas, e outras pavorosas…

……….

Que Deus Mãe e Pai Ilumine a todos os Homens e Mulheres do planeta.

“Ela-Ele proverá”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s