Solo Sagrado

Por Maurílio Mendes, O Mensageiro

Publicado em 11 de maio de 2017

Maurílio na Cidade do Cabo, África do Sul. É notório que a Montanha-Mesa ali localizada é um chacra da Mãe-Terra.

Os Estudantes Sabem o que isso significa: um Portal de Energias, um encontro entre dimensões. Bem, é exatamente isso que é essa cidade. No Cabo da Boa Esperança que a nomeia é onde os Oceanos Atlântico e Índico se unem.

Portanto ali é o “Encontro das Águas”, e também o Encontro entre o Leste e o Oeste do Planeta.

Diante dessa Vibração tão Forte, Maurílio se ajoelhou e beijou o Solo Sagrado da Terra-Mãe-África. Mama-África, é claro.

Sim, há na orla da Cidade do Cabo aquele óculos gigante, que vemos a esquerda no desenho e na foto acima.

a flor do amor

Continuamos no ‘Solo Sagrado’, falando do Amor a terra e a Terra.

Marília se casou jovem, ainda adolescente. E então foi morar numa casa simples da periferia.

Ela foi feliz nesse lugar, ao lado do seu marido e dos filhos que nasceram e cresceram ali.

Mas depois eles se mudaram de cidade, e Marília ficou muitos anos sem voltar ao bairro em que residiu. 

Um dia, numa visita a sua cidade-natal, ela já com 40 e poucos anos passou em frente a mesma casa que ela viveu.

E onde passou tão bons momentos do início de sua vida adulta.

Estava vaga, sem ninguém morando. Aí Marília teve uma ideia:

Foi a uma floricultura e comprou um broto de rosas.

A seguir ela plantou as rosas na frente da casa. Pra simbolizar que ali sua Energia Feminina se Abriu.

Consagrando o local onde o Amor entre uma Mulher e um Homem teve sua Florada.

a diva de durbã

De volta a África do Sul. E da Terra pra Água.

Uma Marília Indiana, no Oceano Indiano (ou ‘Índico’). A “Diva de Durbã”.

Durbã é a maior cidade indiana fora da Índia. A colônia é enorme, fotografei até um templo hindu, breve jogo no ar.

E Durbã é no Oceano que nos chamamos de Índico, mas no inglês – que é a língua falada lá – se chama Oceano Indiano.

Tem mais: em Durbã é comum as pessoas entrarem no mar de roupas (situação que já presenciei em Acapulco-México). Por isso Marília de vestido florido, biquíni preto por baixo. De qualquer raça e até embaixo d’água Marília nunca perde o charme:

De roupa no mar. Mas com as unhas e bijuteria impecáveis. Sempre, né?

As unhas são invertidas, uma clara outra escura, e invertendo as mãos também, na direita o dedão é claro, na esquerda escuro.

(Nota: existe na internet uma menina que se denomina ‘a Diva de Durbã’. Meu desenho não se relaciona com o trabalho dela, exceto que eu confesso que me inspirei pelo nome.)

Solo Sagrado, Oceano Sagrado. Muito Respeito e Amor pela Mãe-África, e pela Mãe-Índia.

Nos mares do Cabo e Durbã, definitivamente Tudo se Alinha, Tudo se Encontra.

Hare Rama, Hare Sita = Louvado é Deus Pai e Mãe.

Alfabeto Cirílico

no-leste-europeuPor Maurílio Mendes, O Mensageiro

Publicado em 22 de dezembro de 2016

Maurílio na Ucrânia.

E o que é mais incrível: conversando com os nativos em ucraniano!!!

………praça vermelha maurílio desenho kremlin cúpulas frio casaco touca moscou rússia

Vocês já sabem que ele esteve na Rússia. Veja ao lado, Maurílio em pleno Kremlin. Depois ele passou por Londres também.

Mas antes de ir pra Inglaterra deu uma paradinha na Ucrânia, que afinal é ali do ladinho de Moscou.

Tá um inverno de rachar no Leste Europeu. Maurílio tá pensando:

em-ucranianoCaraca, mano. Tá russo o negócio por aqui… Que neve em Quiev, hein……..rs.”

Mas ele não se intimida, segue seu rolê e até mesmo leva uma ideia com os moradores da cidade na própria língua deles.

Pra quem não é versado em ucraniano, Maurílio perguntou que ônibus vai pra esse bairro, e onde ele pode tomá-lo.

O morador respondeu: “é fácil, é a linha número 9, passa bem no Centro da cidade”. sobrado-bi-modal

Outro detalhe: eis a arquitetura típica russa/ucraniana, os sobrados com essas cúpulas quase ovais.

E não por outro motivo o Kremlin guarda certa semelhança com as casas da região.

Nesse caso é um sobrado bi-modal, alvenaria embaixo e madeira em cima, como é muito comum também no Chile e em Santos-SP.

Na tomada acima isso fica mais claro, vemos melhor as ripas verticais de madeira.

…….desenho boneco neve maurílio canadá bandeira frio inverno

Voltando a viagem pra parte mais gelada da Europa em pleno inverno boreal:

Ainda bem que uns anos atrás Maurílio foi pro Canadá, onde pegou um frio similar.

Assim ele já tava acostumado com o termômetro pra baixo de 0°. Fez na ocasião até um boneco de neve!!!

Deus proverá

Presente de Grego

nos dois na grecia

“Querida, sobe devagar pra eu fotografar”.

Por Maurílio Mendes, O Mensageiro

Levantado pra página em 21 de julho de 2016

Dois desenhos inéditos, e dois publicados em emeio no ano de 2012. Começo pelos inéditos, feitos agora em julho/16:

Maurílio e Marília foram pra Grécia.

Acima eles entrando em um ônibus da capital Atenas.maurilio e marilia na praia

‘Azulão’ e com ‘capelinha’. Pra quem não sabe o que é isso, trata-se daquele pequeno letreiro saltado no teto, que contém o número da linha.

Até onde sei, só 4 países no mundo tiveram capelinha: Brasil, Uruguai e Chile aqui na América e Grécia na Europa.

Se te interessar, já fiz postagem completa sobre o tema, com dezenas de fotos.  Incluso lá há imagens em boa resolução exatamente desses busões azuis de Atenas com capelinha.

………..

E a direita o casal de pombinhos numa praia paradisíaca das Ilhas Gregas. Daí estarem em roupas de banho, óbvio.

Voltamos a falar da imagem do busão. Maurílio é busólogo, e está fotografando o bichão (como já o fez em Rio/Mafra, na Divisa PR/SC). Aqui ele clica a máquina por lazer .

Mas tem vezes que ele maneja esse instrumento profissionalmente, como um ganha-pão.

Aqui, porém, não é dia de trabalho, é dia de folga. Nesa viagem pra Europa eles estão curtindo a vida, somente.

Por isso ele correu pra frente do veículo, e pediu pra Marília entrar bem devagar, pra dar tempo de enquadrar e clicar.

Estamos relembrando o passado. Essa viagem deles foi nos anos 80. Hoje os busões de Atenas não têm mais capelinha a muito. Alias os de lugar nenhum.

………..subindo no busao

E quanto a Marília: ela está linda e deslumbrante como sempre. 

Seja de Vestido Azul ou com roupa de praia, como vemos de novo logo abaixo em escala maior. Vestido que ela comprou especialmente pra essa viagem.

Combinou com o busão. Mas não intencionalmente. Ela não sabia que os busos de Atenas eram nessa cor, só viu quando chegou lá.

Marília não é busóloga. Pra ela, saber qual linha tem que pegar e se entra pela frente ou por trás é toda informação sobre ônibus que ela necessita possuir.

…………

amor eternoAgora os desenhos do arquivo. Já que o tema é viagens do casal e ônibus azuis, a direita, em retrato de julho de 2012:

Maurílio no subúrbio do Recife. Vendo um tróleibus azul da CTU.

E 2 a dísel da Borborema, um já na padronização SEI. E outro na pintura livre (ainda com o ‘Área 1’ do EMTU) – igual a da Real Alagoas de Maceió, pois são do mesmo dono.

Eles foram juntos pra capital pernambucana. Curtiram a Praia de Boa Viagem. Mas antes ele foi sozinho pro subúrbio investigar justamente o transporte coletivo. Além dos busões como está mostrado aqui Maurílio foi também de metrô até Camaragibe.Recife-PE

E abaixo em cena de maio de 2012, ele novamente no ponto:  indo pra Campo Largo, Zona Oeste da Grande Curitiba.

A Zona Oeste do Grande Recife tem metrô. Já a Z/O da Grande Curitiba, alias de qualquer parte de Curitiba, só de ônibus mesmo…

Definitivamente Maurílio prefere usar transporte coletivo que dirigir. Ao volante só for a trabalho pilotando um Jacaré Scania, ou, de automóvel, um conversível de férias ao lado de Marília.

rumo a Zona Oeste………..

Nota: reconheço que a qualidade desses 2 últimos desenhos não ficou das mais apuradas. Mantenho pois melhor que nada, pra irmos publicando por completo a Saga de Maurílio & Marília.

“Deus proverá”

o Rig-Veda: Mais Leve que o Ar

na velha mae indiaPor Maurílio Mendes, O Mensageiro

Publicado em 1º de janeiro de 2016

Abrimos os Trabalhos do ano. E pra gente começar o novo ciclo bem leve, bem zen, solto logo essa:

Vocês sabem que Maurílio está fazendo Yoga. Pra se aprofundar ele foi até a Velha-Mãe Índia.

E lá, num exercício de Meditação, ele começou a levitar. No solo só ficou sua sombra. Se você conhece os Vedas, sabe o que essa simbologia quer dizer.

Maurílio, O Iogue. Terceiro Olho Aberto, e os dois olhos materiais fechados, pra tudo se alinhar.

Marília, seu grande Amor, também visitou a Índia e até cavalgou um elefante, tradição local.

mais leve que o ar

Mais leve que o ar

………..

Vamos fazer o contraste entre as duas nações mais populosas do mundo, ambas são vizinhas e ficam na Ásia:

Na Índia, Maurílio é um Iogue, vestindo apenas um calção. Sua Mente é tão livre e poderosa que ele mesmo supera as leis da gravidade.

Na China, exatamente ao contrário, Maurílio é um soldado. Corpo todo coberto, os pés com uma bota preta, membros, tronco e cabeça com a farda e capacete verde-oliva, e as mãos com luvas brancas. Ele é o exemplo da disciplina e hierarquia.

maurilio o iogueDe volta a Índia , pra fecharmos:

Namastê.

Hare Rama, Hare Sita.

Em bom e velho português: Deus Pai e Mãe proverá

Assim É.

Viagem ao Centro da Terra

Por Maurílio Mendes, O Mensageirono Centro do Mundo

Publicado em 19 de dezembro de 2015

Não, não pro fundo do Mar. Maurílio foi conhecer Quito, Equador. Um pé no Hemisfério Sul, um no Hemisfério Norte.

…………

E pra se integrar de vez aos locais comprou num camelô a camisa do L.D.U., a ‘Liga Desportiva Universitária’ de Quito.

Os ‘Doutorzinhos’, como são conhecidos, em 2008 em mais um Maracanaço se sagraram campeões da Libertadores da América, 1º – e por enquanto único – título de todo Equador nessa competição.

Não para por aí: os campeões da Libertadores e da Copa Sul-Americana disputam uma final chamada ‘Recopa’. Como campeão da Libertadores de 08, o LDU jogou a Recopa de 2009 e venceu.

No mesmo ano de 2009 foi a final da Sul-Americana, de novo contra o Fluminense. E o time do Equador ganhou mais uma vez. Assim, disputou a Recopa em 2010, e novamente foi campeão, sendo então bi da Recopa. Um dos clubes mais vitoriosos do continente.

Uh! Uh! L. D. U. !!!”: em Quito, como os quitenhos.

em Quito, como os quitenhosEntenda que isso não é uma provocação ao Fluminense (já disse muitas vezes que não torço pra nenhum time – com exceção talvez do Nacional de Medelím/Colômbia).

E sim uma Homenagem ao Equador tão Querido.

Alias pra compensar eu desenhei ‘Marília’ com a camisa do Fluminense, com faixa de campeão brasileiro de 2012 e tudo.

Na mesma postagem, em outras situações, ela com um vestido do arqui-rival Flamengo –  comprovando que não torço pra time nenhum, assim me é indiferente homenagear qualquer um deles – e mais Marília e uma amiga na torcida Camisa 12 do Internacional de Porto Alegre.

……..

Um casal que ama futebol: Maurílio tem esse costume. No Paraguai ele comprou um boné do Olímpia. No México e Itália também uma camisa, ambas azuis. No Uruguai e França, novamente azul mas tricolor, junto com vermelho e branco. E no Chile a coisa foi mais radical, Maurílio tatuou o escudo do time e nome da barra-brava, uma paixão a flor da pele.

Aliás já que aqui ele está no meio de ambos, vamos ver outras viagens de Maurílio pelo planeta:

hemisferios sul e norte ao mesmo tempoNo Hemisfério Sul (dentro de nossa Pátria Amada,  quando ele estava ao lado de sua esposa, a Bem-Amada Marília):

Rio Grande do Sul

Pernambuco (com o boné do Olímpia adquirido em Assunção)

Ceará

E no Hemisfério Norte (na América Central ela foi junto também, nas demais ele viajou sozinho):

Nos Canais do Istmo (Nicarágua e Panamá)

Canadá (Na mesma mensagem há diversas outras Aventuras dele)

– E, pela 1ª vez fora da América, na Europa (Rússia e Inglaterra)

……

Tem mais:

Cuidando do Jardim

Pelas Estradas do Brasil

“Deus proverá”

do Kremlin ao ‘Big Ben’

praca vermelhaPor Maurílio Mendes, O Mensageiro

Publicado em 1º de outubro de 2015 – um desenho inédito e outro de 2012.

Maurílio em viagem a Europa.

Primeira parada em Moscou, Rússia. londres-inglaterra

Foi conhecer a Praça Vermelha, pediu pra que tirassem uma foto dele com as famosíssimas cúpulas multi-coloridas do Kremlin ao fundo.

Esse desenho acabo de terminar, agora em 2015.

…….

Depois eis Maurílio “As Margens do Tâmisa”. Londres, Inglaterra.

Atrás mais dois símbolos indeléveis (assim como o Rio) da capital britânica: a torre do relógio ‘Big Ben’ e os ônibus vermelhões 2 andares, que Jânio copiou em SP.

moscou, russia……..

Como já havia ocorrido na América – e nesse caso muito bem acompanhado de seu ‘Amor Eterno’ Marília ele visitou os dois lados da ‘Nova Cortina de Ferro’.

Pra ficar neutro nesse grande confronto.

……….

A gravura de Londres é antiga, de 2012. Não tenho mais o arquivo original, só essa versão do desenho. Assim não sei a data exata, só o ano. E a definição também não está das melhores. kremlin

Já o da Rússia, inversamente, eu repito em escala maior, pra que apreciem o mosaico de cores das torres da sede do governo russo. Clique sobre que as imagens aumentam, especialmente essa a direita.

………..

Entre a Rússia e a Inglaterra, Maurílio esteve também na Ucrânia. E antes de voltar ao Brasil ele ainda vai a praia. Na Holanda.

“Deus proverá”

nos Canais do Istmo

Por  Maurílio Mendes, ‘O Mensageiro’na cidade do panama

Publicado em 7 de agosto de 2015

Maurílio e Marília foram dar um giro pela América Central. 

Que, lembremos das aulas de geografia, é um ‘istmo’: uma faixa de terreno que une massas de terra muito maiores que ela.

cidade da guatemalaPrimeiro eles foram ao Panamá. País que abriga um canal, e que faz parte da esfera de influência ianque.

………

A seguir visitaram a Guatemala. Onde algo muito estranho está ocorrendo:

Uma cratera gigante surgiu do nada. No meio da noite, em pleno bairro densamente habitado da capital, a Cidade da Guatemala.nicaragua

………..

Antes de retornar ao Brasil, eles ainda passaram pela Nicarágua, onde está sendo feito um outro canal, que rivalizará com o do vizinho Panamá.

Aproveitando que estavam por lá, Marília e Maurílio assistiram a cerimônia que marcou o início das escavações.

sorridentes(Alias, veja ela com essa mesma camiseta, já de volta ao Brasil, penteando os cabelos da filha deles.)

Volta o texto original: a empreitada do canal fica por conta da Rússia e da China.

Pois esses países visam oferecer maior concorrência aos EUA, em diversas dimensões.maos dadas

…………

Mas nosso casal de pombinhos não toma partido nesse conflito político-econômico.

Eles apenas foram curtir as férias na  América Central, conhecer lugares diferentes. Por isso estiveram dos dois lados da ‘nova cortina de ferro’ que vem se armando no planeta. 

agachadosQuando visitou a Europa Maurílio fez o mesmo, pra ficar neutro nesse grande confronto.

……….

Abaixo repito os desenhos que têm os balões em escala maior, caso fique difícil de ler o diálogo deles acima.

Clique sobre as imagens que elas se ampliam, o mesmo vale pra todas, sempre.

marília maurílio cidade panamá prédio arranha-ceu mar oceano praia orla biquíni roxo violeta colar ruiva cabelo olhos marrons castanhos brincos casal voando ventocidade guatemala loucura afundando cratera buraco marília maurílio camiseta cinza unhas vermelhas ruiva maria chiquinha olhos marrons castanhos cabelo preso

“Deus proverá”

o Rei da Estrada.

scania jacare

Carteira “E”

Por Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Publicado em 24 de junho de 2015

Maurílio dirigindo uma carreta. Mas não qualquer carreta, evidente. E sim o ‘clássico dos clássicos (que até hoje é visto nas estradas e ao redor dos portos):

Trata-se, óbvio, do Jacaré Scania. Aquele que até hoje ninguém sabe se é vermelho alaranjado ou laranja avermelhado. O fato é que sua marca registrada é que originalmente todos eram da mesma cor.

Depois, alguns foram repintados em diversas cores, até de rosa. Aqui no Uberaba (Z/L de Curitiba) eu fotografei um clássico laranja seguido de um Jacaré azul .

Maurílio está usando uma camiseta que é brinde de um posto. Alias ele ganhou várias iguais pois sempre enche o tanque de dísel ali.

rei da estrada

Carga Pesada.

Uma delas ele deu pra esposa, que é dona-de-casa.

Mas como ela é muito vaidosa customizou a vestimenta, pra ficar um modelo de Mulher, mais adequado ao Espírito feminino e vaidoso  dela.

Confira como Marília ficou usando a mesma roupa que o marido, porém numa versão personalizada por ela mesma.

Em outras mensagens vemos: Maurílio também dirigindo um veículo vermelho. Mas um bem mais glamuroso, um carro conversível que eles alugaram pra 2ª lua-de-mel. carga pesada

Nessa outra um Ônibus urbano em Maceió-AL – vestido de Papai-Noel se tudo fosse pouco.

E por falar em Marília agora é a vez dela ser motorista profissional. Guiando ônibus e táxi. Se Maurílio é o ‘Rei da Estrada’, ela é a Rainha das Ruas.

Que Deus Ilumine a todos.

“Deus proverá”

o Amigo da Onça

abraço felinoPor Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Publicado em 11 de maio de 2015

Mais um desenho, um abraço entre Maurílio e seu amigo felino.

……….

amizade

Amizade

Inspirado na história do leão Cristian:

https://www.youtube.com/watch?v=NOgNpVdJSD8 (7 min.)

https://www.youtube.com/watch?v=QmjygVV3ZGE (se você estiver sem tempo essa versão é condensada, apenas 2 min.)

………….

ploc onça mergulho rio amazônia amazonasFalando nos felinos afro-asiáticos, esse abraço na verdade era pra ser em um tigre.

Mas como Maurílio é “O Americano”, vamos prestigiar o maior predador de nossa Pátria e Continente.

Veja a figurinha do Ploc Gigante, a onça foi justamente escolhida pra representar a Amazônia.

……….

“Deus proverá”

 

 

‘Selva de Pedra’: retratos da Cidade de São Paulo

bom retiro, centro de sp

Estação da Luz no Bom Retiro, SP. Desenho de abril de 2014.

Por Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Levantado pra rede em 20 de março de 2015

Desenhado entre 2008 e 2014; não publicado em emeios anteriormente

………

Segue a seção só de desenhos.

Clique sobre que as imagens aumentam.

Sampa

“Selva de Pedra”: não sei a data exata do desenho, mas é entre 2008 e 2010

A qualidade não é das melhores, reconheço. Mas como existir é mais importante que ser perfeito, jogo no ar assim mesmo.

Tenho 3 cidades em meu coração: Brasília, a que me viu nascer, Curitiba, a cidade que me adotou, na qual morei toda minha vida. Veja a Ponte J.K., no Lago Norte, Brasília, e diversos desenhos de Curitiba.

E nessa atual mensagem, focamos em São Paulo. Onde não nasci nem nunca morei, mas que também tenho grande ligação, de forma Multi-Dimensional. luz bom retiro centro sp

Começamos, logo no topo da página, com um retrato de abril de 14: a Estação da Luz no Bom Retiro, Centrão de São Paulo.

Ao lado uma foto dela, puxada da rede, não é de minha autoria. Entretanto, em janeiro de 14 eu estive por lá, e fotografei o Bom Retiro, o Centrão que lhe é vizinho (são gêmeos-siameses) e partes da Zona Sul.

Dois anos depois, em Moema e no Butantã. Zonas Sul e Oeste, obviamente. Confira.

1988-2008: nada mudou mas algo mudou

São Paulo - década de 80Vejamos agora dois desenhos feitos em 2008, mostrando a mesma esquina, mas o da direita a retrata como ela era na década de 80, e a esquerda, abaixo, o mesmo local em 2008.

Trata-se do cruzamento da Rua Professor Filadelfo Azevedo com a Avenida Santo Amaro, no bairro Vila Nova Conceição, Zona Sul, próximo ao Parque do Ibirapuera.

Na cena que se passa em 1988, vemos dois Caio Amélia, um da Viação São Luiz e outro da Tânia.

São Paulo - década de 00O tempo passou, surgiu o transporte clandestino, que depois foi legalizado. Os alternativos se organizaram em cooperativas, e foram inseridos no sistema.

Com isso a malha se ampliou e várias vilas de periferia que não eram servidas por linhas de ônibus agora o são.buso ônibus outras postagens: "Scania, ouviu nunca esquece", "Selva de Pedra" e "Volvo era Volvo" motor traseiro atrás scania CMTC trovão azul branco faixa marcop z/c z/l sp paulista torino desenho maurílio ponto acenando pegando camisa amarela jeans estaca vermelho jânio padrão alongado 3 portas terminal term. s. são mateus parque pq. dom d. pedro centrão capital

Não por outro motivo o buso laranja cooperado vai pra Paraisópolis (essa linha existe de verdade).

Essa como sabem é uma das maiores favelas da cidade, que fica no Morumbi, o bairro mais rico de Sampa, na Zona Sul. Contraste social agudo, como em Curitiba, como em Porto Alegre e toda parte.

Além disso, os articulados – raridade na década de 80 – hoje são absolutamente comuns em SP, e mesmo os bi-articulados.

os-pombinhos-e-a-cidade

Marília e Maurílio se beijam na cobertura de um prédio no Centrão. Esse desenho é de outra postagem, em que eu mostro ela trabalhando como garçonete, e daí esse uniforme azul

Então algo mudou no transporte paulistano nas duas décadas que passaram entre 1988 e 2008. Mas algo permanece rigorosamente igual: o domínio absoluto da Caio.

A maior encarroçadora do Brasil, e também do mundo, é a Marcopolo de Caxias do Sul-RS.

Da Marcopolo é o Torino CMTC Trovão Azul que Maurílio está pegando no Centrão, rumo a Z/L.

Mas na maior cidade do Brasil quem manda ainda é a Companhia Americana Industrial de Ônibus, cujas iniciais formam a sigla C.A.I.O. . Em outra postagem explico o porquê.

‘Deus proverá’