Maioria de Táxis-Fuscas em Curitiba: em 1980, claro

taxi Fusca ctba rodov corcel anos 80 táxi

Curitiba – virada dos anos 70 pra 80

Por Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Publicado em 14 de outubro de 2012

Fui ao México e constatei que em Acapulco, no litoral do Pacífico, a maioria dos táxis ainda é Fuscas. Como comentamos com muitas fotos, está no ar a matéria.

Clique pra conferir, acabo de adicionar uma foto em que aparecem nada menos que 8 Táxi-Fuscas juntos na mesma tomada. Isso em 2014! 8 é demais. É Acapulco, pombas!!!!

mexico

Zócalo – Marco Zero da Cidade do México e de toda nação mexicana.

Na Cidade do México os Fuscas já não são maioria dos táxis, mas ainda são extremamente comuns.

Entretanto, por muitas e muitas décadas, os táxis-Fuscas foram maioria na capital mexicana também, na época em que eram os táxis lá eram verde-claros.

Pra relembrar “o tempo bom”, a direita uma tomada da capital mexicana quando as baratinhas esmeraldas dominavam as ruas da maior cidade americana.

O tempo passa e tudo muda. Hoje, os táxis de lá são roxos com o topo bege. E ainda há alguns ‘Fucas’ (andei num deles em 2012) mas já são raros, as marcas mais modernas predominam.

acapulco

Costeira de Acapulco.

(Nota: o México ama Fusca, encerrou a produção do modelo somente em 2000, último país do globo a fazê-lo – no Brasil foi em 1986, a parte de uma brevíssima volta em 1993/94; na Alemanha foi ainda na década de 70).

Pra pulsar na mesma frequência, desenhei Acapulco e um de seus táxi-Fucas.

Clique na ligação pra conferir a gravura completa, aparece ao fundo o morro da Caleta, a baía cheia de barquinhos, e Marília e Maurílio – ele com a camisa do América do México D.F. .

taxi

Um Táxi-Fusca curitiboca. Esse não está em frente a Rodoviária, e sim em outra parte da cidade.

Pois bem. Um dia os Fuscas foram maioria dos táxis aqui em Curitiba, da mesma forma. Nos já distantes anos 80.

Assim segue essa foto, pra re-lembrar. Enfileirados na Rodo-Ferroviária, um glorioso Corcel.

Corcel 1, ainda por cima, e só quem tem mais de 30 vai lembrar da diferença dos Corcéis 1 e 2 de 4 portas seguido por pelo menos 6 Fuscas 2 portas.

Obviamente outras metrópoles passaram pela mesma situação: a Zona Sul do Rio a direita.

Já desenhei um Táxi-Fusca carioca. Com Marília ao volante. E na mesma postagem ela dirigindo também um busão urbano, aqui em Curitiba.

RJ - CTC Integracao-Metro com capelinha

Zona Sul do RioÔnibus integrado ao metrô (pintura própria), e Táxis-Fuscas.

ATUALIZAÇÃO (SET.16): A MATÉRIA É PASSAGEIRA; AS IDEIAS SÃO PERENES, NÃO MORREM JAMAIS

Como mostrado acima e é notório, na década de 80 a maioria dos táxis em Curitiba (e diversas outras cidades) eram Fuscas. Pois bem. Agora veja abaixo:

Imã de geladeira do Tele-Táxi em 2016. Qual o carrinho? Um Fuca, é claro. No plano físico-denso, estão extintos a muito.

Mas no coração de quem presenciou os simpáticos Fuquinhas estão vivos, e o estarão pra sempre. Já demonstrei a mesma coisa na pintura dos ônibus: a clássica decoração ‘Trovão Azul’ da CMTC-SP:

taxi

2016: ainda existe Táxi-Fusca em Ctba., ao menos no plano emocional das pessoas.

Extinta onde surgiu na virada pros anos 90, ressurgiu na Grande Porto Alegre-RS. Extinta ali também, como uma Fênix ressurgiu em Manaus-AM, já bem avançado nesse milênio.

Alias aqui e aqui eu já postei os redondões azuis da CMTC exatamente ao lado dos redondinhos Fusquinhas. E seguindo no ramo automobilístico, vejam vocês:

Na República Dominicana o Fusca era a viatura da repressão nos anos de chumbo. O Fuscão Preto não é nada musical por lá . . .

“Deus proverá”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s