‘Bem Perto do Céu’: Pilarzinho e Vista Alegre

Por Maurílio Mendes, “O Mensageiro”

Publicado em 3 de março de 2015

Apertem os cintos, vamos subir.

No rolê de hoje, vamos pra parte mais elevada da cidade. Literalmente.

Não estou falando de renda, mas de topografia.

atrás do pq. tingui v. alegre z-o

Logo atrás do parque: casas simples onde se criam aves soltas nas ruas – V. Alegre, Z/O (a direita ampliado)

Vamos pros bairros que são mais longe do nível do mar:

A região que engloba o Pilarzinho, na Zona Norte, e a Vista Alegre, que já fica na Zona Oeste.

Embora cada um fique numa ‘zona’, são bairros vizinhos e umbilicalmente ligados. A divisa da Z/O e Z/N.

Portanto diametralmente oposto de eu vivo, que é a divisa das Zonas Leste e Sul.

Aqui, na minha casa, é a Baixada, a parte plana da cidade, quase na Foz do Rio.

criacao de galinhas atras do pq. tinguiParte densamente urbanizada e com pouquíssima área verde.

Lá no Pilarzinho e V. Alegre onde tirei essas fotos é o exato contrário, em muitos aspectos.

Muito verde (veja nessa postagem a Unilivre, que é no Pilarzinho), e muito alto, onde os rios nascem.

O “Teto da Cidade”. Bem perto do céu.

pilarzinho zona norte

Pilarzinho.

Conforme o Rio vai descendo o relevo encaminhando pra foz a cidade ao redor dele também vai mudando.

Veja outra Baixada. Esta do mesmo Rio Barigui que estamos vendo aqui. O Rio é o mesmo.

Mas as vilas ao redor são beeeeeem diferentes na divisa entre Fazendinha e Cidade Industrial. Dá uma olhada.

……….

De volta a nosso tema de hoje, que é o Pilar e V. Alegre.

Isso é muito importante: no entorno do Parque Tingui o Pilarzinho e Vista Alegre se encontram, e ali eles são parecidos.

Mas no geral os bairros têm perfil distinto. Quero dizer com isso o seguinte:

A Vista Alegre é um bairro pequeno, e pouco habitado. Com 11 mil moradores, é apenas o 46º de Curitiba, de um total de 75, e somente o 9º da Zona Oeste.

cohab e vila urbs pilarzinho

Cohab e Vila Urbs, parte pobre e densamente habitada do Pilarzinho.

Sendo que a Zona Oeste – com exceção do CIC – já é a parte menos povoada de Curitiba.

Então essas fotos que veem da Vista Alegre retratam mesmo o perfil do bairro, todo ele, que, repito, é pequeno e pouco habitado, como um todo.

Já o Pilarzinho é um bairro muito grande. Em área um dos maiores da cidade.

E tem população significativamente mais elevada, com 28 mil Homens e Mulheres a residi-lo é 20º de Curitiba e o 3º da Zona Norte.

Atrás de Santa Cândida e Boa Vista apenas, e olhe que a distância é pequena, ambos tem pouco mais de 30 mil pessoas, e o Pilar um pouco menos que essa marca.

os pássaros

“Os Pássaros” na divisa do Pilarzinho com Vista Alegre.

Não te esqueças que o Bairro Alto, que é maior que todos esses, está na Zona Leste, e não na Norte como erroneamente muitos dizem.

Confira todos os 75 bairros:

Por ser muito maior, o Pilarzinho é muito mais diversificado, em todas as dimensões.

Há essa parte semi-rural e pobre.

Pilarzinho arborizado e florido z-n

Porção rica do Pilarzinho. Tudo está asfaltado, arborizado, florido e densamente habitado, perfil oposto da V. Militar

Há outras partes totalmente urbanizadas, densamente habitadas.

E algumas delas são muito ricas, com condomínios fechados com sobrados triplex, outras muito pobres.

Há inclusive uma antiga favela (agora urbanizada), a Vila Urbs.

Há partes do Pilarzinho que não são bucólicas, nem um pouco.

Ao contrário, são subúrbio depauperado de uma metrópole.

rio barigui parque tingui

Ponte sobre o Rio Barigui no Parque Tingui.

Iguais a qualquer subúrbio em outras partes da cidade, e iguais aos subúrbios pobres de outras metrópoles.

E há, enfatizando mais uma vez, partes que parecem subúrbios ianques:

Ricas, arborizadas, porém igualmente densamente habitadas, nada têm de chácaras, ruas de terra e muito menos plantações e criações de aves soltas em via pública.

girassol v. alegre z-o

Plantação de girassol na Vista Alegre, Zona Oeste.

Então no entorno do Parque Tingui Vista Alegre e Pilarzinho são similares, as Energias se casam, digamos assim.

E como a V. A. é pequena e homogênea, esse é o perfil do bairro como um todo.

Já o Pilar é grande e heterogêneo, tem muitos perfis.

Esse mostrado aqui é apenas um deles, em outros dias faremos mais incursões por lá e sairá bem mais coisa, verão. Breve.

placa vista alegreAli perto há um caso similar, o encontro de um bairro muito maior com outro menor, mas onde há o encontro são homogêneos:

Trata-se do ‘Casal Santo’: Santa Felicidade x Santo Inácio.

………..

vista alegre zona oeste1

Parte nova e rica da V. Alegre, ao lado do parque.

Por hora, voltemos a falar do entorno do Parque Tingui, por onde passa a Linha Turismo.

Não confunda com o bairro Vila Tingui, que também fica na Zona Norte mas do lado oposto dela, na divisa com a Zona Leste.

Aqui estamos na divisa com a Zona Oeste, lembre-se.

É que os ‘tinguis’ (pronuncia-se tingüi, até pouco tempo atrás o idioma português tinha trema) são os primeiros habitantes de Curitiba.

Antes dos europeus chegarem, e por isso há referências a eles em várias partes.

nascente dos rios pq. tingui

Nascente de rio no Pq. Tingui.

……

No Parque Tingui, como viram nas fotos acima, há um contraste social agudo.

A Linha Turismo passa pela margem direita do Rio Barigui (vendo a partir da nascente), a parte rica, no bairro São João.

Onde há o Memorial Ucraniano dentro do parque, e ao redor dele condomínios de classe AA.

atrás do pq. tingui v. alegre z-o1

Próximas 2: atrás do Pq. Tingui, V. Alegre

Mas cruze o rio, e levará um choque.

Do outro lado do parque, justamente na Vista Alegre e Pilarzinho, verá casas de madeira muito humildes.

Caindo aos pedaços, sem muro e sem garagem.

Num barranco tão íngreme que você está na rua e seus pés estão acima do telhado da casa em frente.

E ainda há criação de galinhas – soltas na via pública.

Aqui em Curitiba isso é raríssimo (apesar que eu flagrei de novo em Santa Felicidade, ali perto, também Z/O), por isso abri a matéria com essa foto.

Mas na República Dominicana é comum.

vi e fotografei essa mesma cena lá no Caribe.

criacao de patos vila militar pilarzinho

Criação de patos na Vila Militar, Pilarzinho. Desculpe, a imagem embaçou. Como só tenho essa vai pois melhor que nada.

As pontes sobre o Rio Barigui são como o Triângulo das Bermudas, um portal inter-dimensional.

……..

A região era pobre, até a implantação do parque nos anos 90.

Uma periferia, com lotes enormes, em verdade ali era a fronteira entre a parte urbana e rural.

E ainda há resquícios dessa fase, como veem pelas imagens.

passaro no parque tingui

Pássaro no Parque Tingui

Desde então houve uma explosão imobiliária, e os ricos estão se mudando em massa pra lá.

Mas, digo de novo, ainda há uma parte pouco urbanizada e pouco desenvolvida:

Ruas de terra, enormes bosques de mata nativa, plantações e criações de aves.

Casas simples de madeira em terrenos enormes sem muro, ou com apenas uma cerquinha. Sul do Brasil, né?

milharal

Vista Alegre: milharal dentro da cidade.

Vamos ver algumas tomadas do Pilarzinho. Começando por esse belíssimo Pôr-do-Sol.

Também uma ladeira verde e sinuosa, ainda pouco habitada (comum na Z/O – digo, Pilarzinho é Z/N, óbvio, mas na divisa).

E outras vilas em que a densidade é bem maior. Vemos várias casas de madeira. Algumas fotografada na Vila Militar (que apesar do nome abriga também casas de civis), uma parte ainda semi-rural.

o Sol se poe no Pilarzinho, Zona Nortemadeira terreno amplo pilarzinhorua sinuosa pilarzinhomadeira pilarzinhomuito verde pilarzinhopilarzinho

placa pilarzinhoAgora tomadas da Vista Alegre: o pavilhão da Pátria Amada, uma garagem aberta, em que o carro fica protegido do tempo mas em plena via pública, sinal de baixa criminalidade.

Algumas cenas foram registradas logo atrás do parque, como a 4ª imagem (a casa no barranco), e outras um pouco mais afastado mas nas imediações.

Patria Amada V. Alegre z-ogaragem na rua v. alegre z-ovista alegre zona oeste2

rua de terra vila militar pilarzinho1

Vila Militar.

Vamos comentando as demais fotos.

Vista Alegre, Zona Oeste. Como disse, a região era periferia antes do parque.

Se aburguesou tremendamente nas últimas 2 décadas, mas não de todo.

A esquerda um ‘prédio artesanal’:

cortiço vista alegre z-oSem muro, são diversas moradias naquele sobrado verde que foi repartido.

Plantação de girassol e garagem aberta, já vistos acima.

Sinais de uma região de pouca urbanização, e pouca violência.

varias casas no lote pilarzinho z-norte

Várias casas no mesmo quintal, Pilarzinho, Zona Norte

A partir daqui entramos no Pilarzinho, Zona Norte.

Muda o bairro e a divisão da cidade, mas o perfil é o mesmo:

Muitos bosques, ruas sinuosas na ladeira ainda pouco habitadas em alguns trechos.

Já outras vilas são bem mais densas, os perfis se alternam.

Chegamos a Vila Militar.

 zona oeste

Vista Alegre

Como o nome indica, a região começou a ser habitada quando o governo construiu um conjunto pra abrigar os soldados da PM.

Mas a há muito ela deixou de ser exclusiva dos que usam farda.

Pois a seguir o nome ‘cresceu’ e passou a designar uma vila maior, que também abarca casas de civis.

rua de terra vila militar pilarzinho

Próximas 4: Vila Militar, Pilarzinho.

É uma parte ainda pobre, com ruas de terra e pouco urbanizada.

Espalhadas pela mensagem várias tomadas da região.

Olhe, hoje em dia são raríssimas as ruas ainda em calçamento natural dentro do município de Curitiba.

Vocês estão presenciando um registro histórico que ainda existe:

pilarzinho zona norte1Capturei essas imagens no primeiro dia de março de 2015.

Mas que dentro de 5 anos só será possível ver em fotos.

E não me refiro especificamente a Vila Militar, mas ao município de Curitiba como um todo.

Fiz questão de tirar várias fotos de casas parecidas: vila militar pilarzinho

De madeira, bem pobres, sem muro, rua de terra, na ladeira, tem uma até com uma carroça na frente.

A criação de patos que viram acima foi tomada nas redondezas, pra vocês marcarem bem que esse é o perfil do local:

vila militar pilarzinho1Praticamente uma parte rural dentro da selva de pedra.

E olhe que a região se adensou intensamente nas últimas duas décadas.

Até os anos 90, não era ‘praticamente’ uma parte rural. Era mesmo, de fato e direito.

lua de dia v.alegre-pilarzinho

Lua alta com céu ainda claro – V. Alegre-Pilarzinho.

Com esse registro histórico fechamos mais esse rolê.

Jogo no ar pra cristalizar pra Eternidade uma Realidade que ainda existe mas não por muito tempo .

………

Espero que tenham gostado do Pilarzinho e Vista Alegre, o “Teto da Cidade”.

Bem perto do céu. E também bem perto de Tamandaré, pra compensar.

“Deus proverá”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s